terça-feira, 25 de junho de 2013

Licor de Laranja Caseiro


“Minha mãe chama este licor de “cointreau”, porque modéstia nunca foi o forte, lá em casa. Eu, que sou mais pudico (quem sabe?), chamo de licor de laranja, só. Mas confesso que fica bem parecido com o francês. Mas além de produzir um ótimo licor, esta é uma daquelas receitas que a gente faz não só pelo resultado final, mas pelo processo, que tem ares de alquimia. Então, lá vai...












Ingredientes:

uma laranja inteira (com casca e tudo)
500 ml de álcool de cereais (absoluto)
750g de açúcar cristal
750ml de água mineral natural

Outros materiais:

30 cm de fio de náilon grosso
um pote com fechamento hermético (2 litros)

Modo de preparo:

A receita é dividida em duas etapas. Na primeira, são usados apenas o álcool, a laranja, o pote com fechamento hermético e o fio de náilon. Despeje o álcool no pote. Com a ajuda de um arame, perfure a laranja no sentido diametral e passe o fio de náilon pelo furo.

Segure as duas extremidades do fio e, com cuidado, baixe a laranja por dentro do pote, e deixe a fruta pendente, sem encostar no álcool, a cerca de quatro centímetros da superfície do líquido. Tampe o pote, de forma a que a borracha da tampa prenda o fio de náilon e mantenha a laranja “flutuando” sobre o álcool, sem tocá-lo.

Alguns minutos após o fechamento do vidro, pequenas gotículas se formarão na casca da laranja, e ela começará a gotejar. Deixe que esse processo aconteça por três semanas. Ao fim, a laranja terá perdido a cor e o álcool estará tingido de amarelo pálido pelo sumo da fruta.

É aí que começa a segunda etapa. Passadas as três semanas, abra o pote com cuidado para não derrubar no álcool a laranja, que pode ser descartada. Adicione o açúcar e a água ao álcool. Tampe novamente o vidro e deixe descansar por mais 30 dias.

Está pronto o licor.”





Fonte: Antonio Farinaci, colunista de drinques, que apresenta aos domingos com Rita Lobo e  equipe, o programa Panelinha na Rádio Estadão.

Um comentário:

  1. Sua mãe tem toda razão, eu já experimentei há alguns anos pois uma amiga fazia

    ResponderExcluir